Adult Education in Florianopolis - FEJAFLORIPA
Homepage do Fórum: http://fejafloripa.org.br
Email do grupo de discussão: ejafloripa@googlegroups.com
Email da Diretoria do FEJAFLORIPA:fejafloripa@fejafloripa.org.br

24/09/2008

Centro 2: O caso da Laranja

Caros colegas, tenho que compartilhar um episódio fatídico e muito triste que aconteceu na EJA Serrinha/Mocotó (e agora também Ratones).

Era uma tarde de terça-feira, em uma de nossas reuniões de panejamento, em que contamos com a presença de nosso coordenador geral José Manoel. A professora de espanhol Fabi chegou falante e alegre com sua grande, suculenta e gostosa laranja importada (Argentina!!!!!!!!), enrolada em papel de seda. Um luxo puro, coisa cinco estrelas... ela economizou durante alguns meses para comprá-la.

Enfim, a professora toda empolgada ostentou sua laranja, e disse: Depois da reunião vou saboreá-la gota por gota, sozinha... Fabi deixou a laranja na mesa, aguçando o apetite e a cobiça de todos os outros professores, inclusive de nosso coordenador geral.

Após a reunião a laranja havia sumido!!!! E agora????? A professora ficou consternada, desesperada, quem foi capaz de usurpar uma laranja importada suculenta, enrolada em papel de seda.

Depois de interrogar, rogar pragas(dores de barrigas homéricas), e até torturar alguns suspeitos restou a professora uma única pista, faltava alguém se defender, sabe quem?????

Nosso coordenador geral, ele foi o único que ainda não apresentou um álibi conveniente. Portanto, se ele se ausentar por uns dias, vai estar se curando da terrível dor de barriga...

IMPORTANTE: Se vocês forem convidar alguém da coordenação geral para uma reunião para uma reunião não deixem suas frutas dando sopa.

por Kelcilane SIlva, a Kel

6 comentários:

Anônimo disse...

Não sei acho que o caso da laranja é mais dos mistérios que continuam rondando o nosso núcleo ,lembrem o caso da luz que foi embora e ficamos somente a luz de velas da ãnguia que todos achavam que hávia morrido, e até os dias de hoje finge morrer todos os dias e acaba resucitando minutos depois, não é mesmo Fabi.

Anônimo disse...

Pôxa. A laranja pode ter resolvido se escapar de ser devorada, não acham? Encontrou um companheiro solidário e seguiram felizes para sempre...

Anônimo disse...

Gente! Quem sabe esta pessoa precisava de "um" laranja, OPS!!!!!
De uma laranja...Sabe como é, vitamina C...rsrsrsrs
Rejane - DEC

Anônimo disse...

A professora Fabi deve se considerar muito Feliz, por ter trazido uma laranja importada para matar a fome de um brasileiro.
Deus irá presenteá-la com muito mais que laranja, tão humanitária ação.
Esta é a minha palavra de consolo para a professora.

Lidiane disse...

Vou comunicar meus colegas de núcleo que escondam todas as frutas de lá! rsrsrsrs

Sylvio Fernando disse...

Como está na moda "mulheres frutas" quem sabe a dita cuja não criou perninhas, braços e outras partes carnudas e foi dançar um funk!
Sylvio Fernando